ahmad khatib

Darksiders Warmastered Edition


OPÇÃO 01 OPÇÃO 02
5 de Janeiro de 2010 é o que podemos chamar de “Dia do Juízo Final”, pois foi quando o primeiro Darksiders foi lançado originalmente para a antiga de geração de consoles. Mas será Warmastered Edition continua a fazer jus aos Cavaleiros do Apocalipse? É isso que você irá descobrir nessa análise.

Uma segunda-feira “comum”

darksiders3
Para aqueles que não estão familiarizados com a trama de Darksiders, ela funciona basicamente assim:
Você encarna o papel do cavaleiro do apocalipse conhecido como Guerra, cuja missão é descobrir o responsável por adiantar o fim da humanidade e dar início à guerra entre as forças das trevas e celestiais. Parece bem simples não? E realmente é.
Mas apesar da trama seguir eventos condizentes e simples, ainda sim o desenrolar dos fatos são um dos maiores responsáveis por prender o jogador frente a tela, fazendo com que o mesmo comece a conspirar ao relacionar as descobertas de Guerra durante o game.
Obviamente por se tratar de uma remasterização não podemos definir a trama como o ponto central do game – dado o fato de que é a mesma coisa da versão original – mas ainda sim, Warmastered Edition faz com que tanto aqueles que já finalizaram a primeira versão de Darksiders quanto os novos jogadores, tenham uma visão totalmente diferente e única.

Cheiro de “carro novo”

darksiders4
Agora se tratando das reais melhorias do game, vamos falar sobre a jogabilidade. O controle do protagonista nesta versão parece muito mais “leve”, e apesar de Guerra ser um personagem parrudo – quase tão bruto quanto o Bam Bam gritando “BIIIIIIRRLL” – o mesmo apresenta uma certa leveza quanto aos combos, tendo se tornado mais fácil de executar golpes sequenciais com precisão e ao mesmo tempo diminuindo a necessidade de esmagar botões ao longo do game, valorizando o tempo de resposta dos controles da nova geração.
A exploração infelizmente ainda deixa a desejar, fazendo com que o jogador muitas vezes explore o amplo cenário para buscar itens diferenciados e acabe não encontrando nada além de almas de vida ou energia.
Os inimigos aparentam estar mais fortes também, tão fortes que houveram situações onde criaturas aleatórias conseguiram me executar com apenas um hit no nível Normal do game. Por algumas vezes eu senti a frustração de ser morto em meio a um combate relativamente fácil, pelo fato de algum dos inimigos que eu estava enfrentando ter conseguido acabar com 3 barras de HP com apenas um ataque normal – mas cheguei a conclusão de que isso nada mais foi do que um bug do próprio game.

Apocalipse em alta definição

darksiders5
Graficamente falando, as melhorias realizadas pela THQ Nordic são notáveis, sendo perceptível o upgrade feito, melhorando a textura do cenário e dos inimigos, e por muitas vezes trazendo ao jogador visões deslumbrantes do ambiente onde se encontra.
Para aqueles que finalizaram a primeira versão de Darksiders, é basicamente como retomar a aventura com outros olhos, dando a oportunidade de entender melhor o que realmente acontece durante os combates.

Conclusão

Darksiders se mantém firme como uma das franquias de Hack N’ Slash mais promissoras feitas pela antiga THQ, e agora sob o comando da THQ Nordic, é evidente que podemos esperar um trabalho que tende a evoluir ainda mais caso a mesma continue a ser produzida. Warmasterd Edition pode facilmente ser recomendado para jogadores tanto novos, quanto os que já estão familiarizados com o primeiro game, oferecendo uma nova visão para a franquia e até mesmo sendo a porta de entrada para novos fãs – que também sofrerão com a espera por Darksiders 3.
Darksiders Warmestered Edition já está disponível para Xbox OnePS4 e PC.
Labels
Share This

404

We Are Sorry, Page Not Found

Apologies, but the page you requested could not be found.

Home